Área Restrita
Destaque
ATHENAS NOTÍCIAS
ESPECIAL - IGC 3
CONHEÇA - CRD
NOVA PÓS-GRADUAÇÃO
TEASER VEST ATHENAS 2016/2

Notícias

Cadastro Nacional de Concluinte vai reunir informações sobre diplomas
29/04/2016

Cadastro Nacional de Concluinte vai reunir informações sobre diplomas

O Cadastro Nacional de Concluintes (CNC) será posto à disposição pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), mas a inscrição no portal será feita por todos os concluintes dos cursos de graduação como condição curricular obrigatória à diplomação. A partir de maio, todos os diplomas de graduação estarão disponíveis para consulta em um portal oficial do Ministério da Educação. O anuncio foi feito pelo ministro Aloizio Mercadante nesta quarta-feira, 27. Segundo Mercadante, a transparência das informações visa a acabar com a fraude de diplomas no país. “Todos os diplomas do Brasil estarão em um único cadastro, público e transparente. Assim saberemos se qualquer pessoa é formada ou não, em qual curso, quando se formou e qual instituição”, disse. O Cadastro Nacional de Concluintes (CNC) será posto à disposição pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), mas a inscrição no portal será feita por todos os concluintes dos cursos de graduação como condição curricular obrigatória à diplomação. Nesse cenário, as instituições de educação superior serão obrigadas a acompanhar o questionário do estudante e informar a conclusão do curso e a emissão dos diplomas. “Se está no portal do MEC, está formado; se não está, é fraude. Não tem como escapar mais”, disse o ministro. “Com esse portal, vamos ter o controle e acabar com a venda de diplomas no Brasil.” A iniciativa visa a melhorar a qualidade das instituições e dos cursos ofertados, além de liberar informações para autoavaliação das instituições. A plataforma pretende também oferecer um banco de dados sobre os egressos. Nele, os estudantes formados poderão compartilhar sua evolução profissional pelo período de um a três anos. O ministro anunciou também a criação do Grupo de Trabalho de Avaliação do Desempenho da Educação Superior (Gtaes), composto por 15 entidades. Criado para instituir novos indicadores de qualidade da educação superior brasileira, o grupo terá entre 30 e 60 dias para apresentar os ajustes finais de todo esse processo. Fonte: ABMES

Fies tem prazo de aditamento de contrato prorrogado
29/04/2016

Fies tem prazo de aditamento de contrato prorrogado

O prazo para os aditamentos de renovação semestral dos contratos do Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2016 foi prorrogado para o dia 31 de maio. A portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29) também prevê liberar até o dia 31 de maio o aditamento de suspensão temporária do prazo de utilização do financiamento referente ao segundo semestre de 2014 e durante todo o ano de 2015. Os aditamentos devem ser feitos por meio do sistema informatizado do Fies nas páginas do Ministério da Educação. Na quarta-feira (27), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou mudanças no processo de seleção de alunos e na escolha de cursos prioritários do Fies a partir do segundo semestre deste ano. As alterações ocorrem após entidade do setor divulgar levantamento apontando que quase metade das 250 mil vagas de financiamento do primeiro semestre estavam ociosas. A partir do segundo semestre, o Ministério da Educação (MEC) vai adotar sistema parecido com o do ProUni na hora da seleção dos estudantes: os inscritos poderão mudar a opção de curso quantas vezes quiserem de acordo com a nota de corte que será divulgada pelo sistema a partir do segundo dia de inscrições. O processo seletivo do segundo semestre será antecipado para 14 de junho e seguirá até o dia 17. O resultado sairá em 20 de junho. NOTA DE CORTE - No novo formato do processo, o estudante escolhe inicialmente uma opção de curso. A partir do segundo dia de inscrições, o Fies Seleção calcula e divulga a nota de corte para cada curso. Durante o período, o estudante pode alterar sua opção de curso quantas vezes desejar. As inscrições ocorrerão ao longo do semestre, de acordo com a disponibilidade das vagas. Caso o candidato altere ou cancele sua inscrição no Fies Seleção, a vaga volta a ser disponibilizada pelo sistema para nova inscrição. CURSOS PRIORITÁRIOS - O MEC decidiu reduzir o percentual de contratos que deveriam ser fechados exclusivamente com estudantes das áreas de saúde, engenharia e licenciatura. Antes, essas áreas recebiam 70% dos financiamentos. A partir do segundo semestre o percentual será reduzido para 60%. Ainda dentro de cada uma das subáreas haverá nova divisão: Cursos prioritários da área de saúde passam de 45% para 50%; Cursos prioritários da área de engenharia passam de 35% para 40%; Cursos prioritários da área de licenciatura, pedagogia e "normal superior" caem de 20% para 10%. VAGAS REMANESCENTES - Além disso, segundo o MEC, está prevista nova etapa de inscrição para vagas remanescentes com prazo específico para estudantes inscritos e não aprovados. "O objetivo básico das mudanças no Fies é melhorar o número de inscrições", reafirmou o ministro. O MEC autorizou ainda que que instituições que tenham total de vagas de bolsas do Prouni inferiores às do Fies possam aumentar a oferta do financiamento estudantil na mesma proporção do ProUni (até o limite de 10% das vagas). "Vamos aumentar as vagas do Fies da mesma forma que aumentamos as do ProUni", afirmou Mercadante. PRESTAÇÃO MENOR - Outra mudança anunciada para o segundo semestre será a redução do patamar mínimo de prestação do Fies de R$ 100,00 para R$ 50,00. DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS - Em março, o Ministério da Educação já havia alterado o procedimento relacionado ao processo seletivo do primeiro semestre deste ano para permitir que a redistribuição de vagas remanescentes ocorra para outros cursos da mantenedora da instituição de ensino, e não apenas entre os cursos da própria instituição em questão. As vagas remanescentes são aquelas não ocupadas pelo processo seletivo em cursos sem candidatos em lista de espera. Nova portaria normativa detalhou que essas vagas agora poderão ser redistribuídas "entre os demais cursos da mantenedora", se esgotada a possibilidade de redistribuição entre os cursos da própria instituição de ensino. As mantenedoras são as entidades responsáveis pela manutenção das instituições de ensino superior de um mesmo grupo empresarial. OCIOSIDADE APONTADA POR SINDICATO - A mudança ocorre dias após o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp) divulgar que quase metade (46%) das 250 mil vagas disponibilizadas pelo Financiamento Estudantil (Fies) neste primeiro semestre de 2016 não tinham sido preenchidas, segundo levantamento amostral feito com 70 associados. À época, o MEC informou que o processo seletivo do Fies ainda está em curso, por isso não é possível quantificar o número de vagas que resultaram em contratos de financiamento ou não. Ainda, de acordo com o ministério, o final do processo se dará no dia 30 de junho e que são adotadas estratégias para ocupação de eventuais vagas remanescentes. ENTENDA: SISU X PROUNI X FIES - As três siglas representam iniciativas do governo federal na gestão do ensino superior. O Sisu é a sigla para Sistema de Seleção Unificada. Através do Sisu, instituições públicas - sem cobrança de mensalidade - selecionam alunos tendo como critério a nota do candidato no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O Prouni concede bolsas de estudos integrais ou parciais em universidades privadas. O foco são estudantes que saíram de escolas públicas e têm baixa renda. Já Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) oferece contratos de financiamentos. Para se inscrever, no Fies é preciso ter feito o Enem a partir de 2010, com nota final de pelo menos 450 pontos, e ter renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos. Fonte: G1

Acadêmicos de Engenharia Ambiental participaram de uma atividade prática sobre Diversidades Bioló...
29/04/2016

Acadêmicos de Engenharia Ambiental participaram de uma atividade prática sobre Diversidades Bioló...

No último dia 27 de abril, acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (UNIJIPA) participaram de uma atividade prática sobre Diversidades Biológicas, ministrada pela Prof.ª Joseane Bessa, durante o 5º SIAPRO. Foram utilizadas trilhas localizadas ao lado da estrutura física da faculdade. “Os alunos puderam desenvolver habilidades práticas através dos conhecimentos adquiridos em sala de aula, durante a disciplina de Diversidades Biológicas. Acompanhados pela Prof.ª Joseane Bessa e monitores. Os acadêmicos caminharam cerca de 1h30 em trilhas no meio da floresta, durante a caminhada, foi explanado sobre diversidades de paisagem, riqueza, equitabilidade e dominância.” explicou a Coordenadora Inês Nalita D'avila de Lima. Após a realização da palestra, o aluno Marcos Alexandre de Souza Benedito relatou que é estritamente necessário o contato do Engenheiro Ambiental com os mais diversos recursos naturais. “A saída em campo foi enriquecedora pois permitiu que nós pudessemos aplicar praticamente o que recebemos de forma teórica na sala de aula.", finalizou o acadêmico.

Curso de Engenharia Ambiental realizou uma Visita Técnica à Companhia de Águas e Esgotos de Rond...
28/04/2016

Curso de Engenharia Ambiental realizou uma Visita Técnica à Companhia de Águas e Esgotos de Rond...

Acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental realizaram no último dia 25 de abril, das 8h às 11h, uma visita técnica às dependências da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (CAERD), na estação localizada no município de Ji-Paraná (RO). A atividade foi toda supervisionada pela Coordenador do curso, Prof.ª Inês Nalita D'avila de Lima, com o devido acompanhamento da Laboratorista Química, Química Irizádina Maria da Silva; o Diretor da CAERD Ji-Paraná, Euclides Maciel; Engenheiro Civil, Claudio Pilenghy da Silva, e por fim, o técnico Eletrotécnico, Osvaldo Vilela Machado. “Durante a visita os acadêmicos puderam conhecer a estrutura da Estação de Tratamento de Água, as unidades que a integram e os processos de produção que abastece o município de Ji-Paraná. Observamos também como são realizadas as análises físico-químicas e bacteriológicas, bem como o controle de qualidade de água. Foram explanados todos os processos realizados na Estação de Tratamento, desde a captação até a distribuição da água nas residências.”, explicou a Coordenadora. Inês, ainda fez considerações sobre os conceitos que deram origem à atividade. “A visita técnica foi realizada com objetivo de mostrar aos acadêmicos um dos ambientes de trabalho, do futuro profissional, além de conseguir aprimorar diversos conhecimentos adquiridos em sala de aula, através das disciplinas ofertadas. As visitas técnicas como recurso metodológico na disciplina de “Introdução à Engenharia Ambiental” são um potencial na educação profissional, pois remetem ao acadêmicos a oportunidade de conhecer e verificar as aulas práticas e o funcionamento das empresas, como forma de rever os conceitos teóricos-metodológicos e expressar o diálogo produzido em sala de aula.”, finalizou Lima.

26/04/2016

20 empreendedores para começar a seguir agora nas redes sociais

Está precisando de um conselho ou de uma inspiração? Que tal dar uma espiada no Twitter, Facebook ou Instagram? Não, não estamos falando de fotos de bichinhos fofos, de pratos apetitosos nem mesmo das pérolas do Chapolin Sincero. Muitos dos empreendedores que são referência no Brasil e no mundo têm perfis ativos nas principais redes sociais e compartilham seus pensamentos diariamente nesses canais. Quer maneira mais fácil de adquirir conhecimento para fazer seu negócio ir para a frente? Ah, é claro que, de quebra, ainda dá para interagir, afinal, quem sabe a Bel Pesce não responda ao seu tweet ou o Marco Gomes não curta o seu comentário?! Então, anote aí o perfil desses 20 empreendedores que você precisa seguir agora. #1 Abilio Diniz Twitter | Facebook Um dos empresários mais admirados do Brasil, o herdeiro do Grupo Pão de Açúcar mantém perfis bem ativos, além de um blog onde fala de tudo, desde empreendedorismo até futebol. Não deixe de conferir e se inspirar diariamente. #2 Eric Ries Twitter | Facebook | Instagram Empreendedor do Vale do Silício, a missão de Eric Ries nas redes sociais, de acordo com ele mesmo, é tentar mudar a forma como as startups são construídas, aproveitando melhor o tempo e os recursos desse modelo específico de negócio. Se abrir uma startup está em seus planos, este é o cara para você começar a seguir já! #3 Luiz Alberto Marinho Twitter | Facebook Quem acompanha o Luiz Marinho, sócio da GS&BW, tem uma verdadeira aula sobre varejo. Os perfis dele trazem várias dicas e reflexões sobre empreendedorismo e comentários de notícias e cases reais. Vale a pena seguir. #4 Marco Gomes Twitter | Facebook | Instagram Outro brasileiro que você provavelmente conhece e admira (e, se não conhece, vai passar a admirar). Fundou a Boo-box, empresa de propaganda considerada uma das cinco mais inovadoras no mercado; recebeu da World Technology Network o prêmio de melhor profissional de tecnologias de marketing do mundo; e a Forbes o nomeou um dos 30 jovens com menos de 30 anos de maior destaque no país. Precisa de mais justificativas para dar follow? #5 Leandro Vieira Twitter Talvez você já tenha feito alguma pesquisa no site www.administradores.com.br. Já? Leandro é o empreendedor que comanda um dos portais mais relevantes para quem se interessa por administração de empresas. No Twitter ele compartilha conteúdo bem bacana sobre a área. #6 Guy Kawasaki Twitter | Facebook | Instagram Referência internacional em empreendedorismo e inovação, Guy tem no currículo empresas como a Apple, onde foi evangelista. Nas redes, ele compartilha dicas para inovar, ser criativo e também notícias sobre tecnologia. #7 Christian Barbosa Twitter | Facebook Na bio do Twitter dele se lê: “Nerd, empreendedor e escritor. Especialista em administração do tempo e produtividade”. Ou seja, uma ótima inspiração para quem precisa potencializar sua produção. Seguindo seus perfis e seu site dá para tirar ótimas dicas de como fazer seu trabalho render mais. #8 Richard Branson Twitter | Facebook | Instagram Seguido por quase 6 milhões de pessoas no Twitter e mais de 2 milhões no Facebook, o fundador do grupo Virgin, que tem hoje investimentos em produtos que vão desde o ramo musical e o setor têxtil até o biocombustível, publica frases de motivação e informações sobre o mundo do comércio. #9 Miguel Cavalcanti Twitter | Facebook | Instagram Miguel Cavalcanti é fundador da BeefPoint e um empreendedor com um perfil diferente, voltado para o agronegócio, que posta constantemente informações sobre o setor agrícola e da pecuária. Quem está entrando no ramo tem de seguir! #10 Tony Hsieh Twitter | Facebook | Instagram “Visão + valores + velocidade de adaptação é uma ótima fórmula para o sucesso.” O CEO da Zappos.com tem um Twitter recheado de frases e conteúdo como esse: específico para quem é empreendedor. As redes sociais do Tony são a melhor inspiração para quem empreende, o follow vale muito a pena. #11 Marie Forleo Twitter | Facebook | Instagram Em sua biografia no Twitter ela logo avisa: “Estou aqui para ajudar você a fazer a diferença e ser uma pessoa mais feliz, sábia e amorosa”. Não que precise de uma justificativa melhor para seguir uma das consultoras de sucesso mais renomadas da atualidade, mas Marie Forleo promete oferecer instrumentos para para impulsionar o crescimento de sua empresa. Siga a moça nas redes e aproveite para cadastrar seus dados no site e receber mais dicas por e-mail. #12 Fabio Seixas Twitter | Facebook | Instagram Os quase 17 mil seguidores do empreendedor à frente da Camiseteria veem muito mais do que estampas de camisetas. Fabio publica notícias, pensamentos e posts bem interessantes sobre mercado e cultura, que fazem bastante sucesso entre os seguidores. #13 Claudia Riecken Twitter | Instagram “Um pouco do seu sonho não é suficiente. A migalha não é o pão. O pão nosso de cada dia nos dai hoje: ânimo, amor e criatividade pra valer.” Deu para se inspirar? Então você vai adorar seguir a especialista em pessoas e desenvolvedora do método Quantum, que avalia as preferências pessoais de um indivíduo. #14 Leo Kuba Twitter | Facebook Defensor de um empreendedorismo inovador, como ele mesmo descreve em seu Twitter, Leo fundou a agência Inkuba e é apresentador no Man in The Arena, um videocast sobre cultura digital e empreendedorismo. Publica nas suas redes e nas redes de sua agência notícias e estudo de cases inspiradores. #15 Edmour Saiani Twitter | Facebook | Instagram Quer melhorar o atendimento ao cliente? Pergunte-me como. Bem, melhor perguntar para o Edmour, afinal, lidar com o consumidor é a experiência dele. No Facebook, no Twitter e até no Instagram ele não para: dá conselhos e reflete sobre como melhorar os relacionamentos na empresa. Essencial para qualquer empreendedor antenado. #16 Paola Tucunduva Twitter | Facebook | Instagram Professora, instrutora e apresentadora de rádio, essa empresária ainda encontra tempo para atualizar as redes sociais com muito conteúdo bacana e disseminar notícias sobre eventos, cases e informações pertinentes ao empreendedorismo. #17 Bel Pesce Twitter | Facebook | Instagram Com certeza você já ouviu falar nela. Talvez a conheça como a Menina do Vale, título de seu livro que conta a jornada de Bel para empreender no Vale do Silício. Passou por empresas como a Microsoft e o Google e fundou, no Brasil, aFazInova, escola de empreendedorismo. Seguir a moça é praticamente uma obrigação! #18 In Hsieh Twitter | Facebook Um dos gurus em empreendedorismo no Brasil, In colaborou para a criação do Submarino e é cofundador da baby.com.br. No momento, ele ainda está atuando como consultor de empreendedorismo no IMPULSO DIGITAL, reality show que vai acompanhar o progresso de um empreendedor que tem loja virtual. Bônus extra para quem seguir. ;) #19 Felipe Matos Twitter | Facebook Fundador da Startup Farm e COO do Start-Up Brasil (programa governamental de incentivo em startups brasileiras), Felipe foi um dos pioneiros em empreendedorismo digital. Seus perfis nas redes são para seguir e nunca mais largar, sempre tem uma dica boa. #20 Gil Giardelli Twitter | Facebook | Instagram Enriqueça seu feed com os posts do founder da Gaia Creative e professor na ESPM que compartilha insights sobre cultura digital e inovação. Com 15 anos de bagagem em empreendedorismo, material de qualidade é o que não falta em seus perfis. Fonte e Imagens: UOL

25/04/2016

Pós-graduação da UNIJIPA encerrou turma de Engenharia Sanitária e Ambiental

Nos dias 23 e 24 de abril (respectivamente sábado e domingo), o setor de Pós-Graduação da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (UNIJIPA) encerrou o último módulo do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, com a finalização da disciplina de Metodologia da Pesquisa Científica, ministrada pelo Prof.º Alexandre Zandonadi Meneguelli. O CURSO - Diante do desafio de compatibilizar o crescimento econômico com a preservação do meio ambiente e a utilização sustentável dos recursos naturais, o curso busca qualificar os recursos humanos das organizações para desempenhar funções técnicas e administrativas ligadas à área ambiental, tornando-os aptos a intervir, nos problemas que lhes competem. De acordo com Kelly Teles, Secretária da Pós-graduação, o curso iniciou com 30 estudantes, encerrando os trabalhos com 20 novos pós-graduandos de diversas áreas de atuação, tais como Engenheiros, Gestores Ambientais, Professores e profissionais que já atuam no campo ambiental. “A Pós-graduação é composta por 16 módulos, sendo realizados os encontros a partir de um final de semana por mês. Neste último encontro na disciplina Metodologia da Pesquisa Científica, foi a última chave para que os pós-graduandos pudessem obter orientações sobre Manual do artigo, normas da ABNT e estruturas sobre artigos científicos. O objetivo do curso é qualificar os profissionais da área para atuação no mercado de trabalho, mais especificamente a parte Ambiental e Sanitária, desenvolvendo suas funções com excelência. Para nós, é uma grande honra participarmos da formação de grandes vencedores. Parabéns a 3ª turma do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental e fazemos os mais sinceros desejos de sucesso a todos.”, finalizou Teles.

25/04/2016

Parceria com o SENAI promoveu curso com Temas Transversais para alunos de Engenharia Ambiental

No último dia 12 de abril (terça-feira), acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (UNIJIPA participaram, através de uma parceria com o SENAI, de um curso com Temas Transversais, voltado para a área do meio ambiente. Os estudos aconteceram nas dependências do SENAI, no munícipio de Ji-Paraná (RO), utilizando a metodologia de Ensino a Distância (EaD), com a supervisão e acompanhamento da Articuladora Cintia Aparecida Alves e a Coordenadora do curso, Inês Nalita D'avila de Lima. O QUE É A METODOLOGIA EAD? - O Ensino a Distância (conhecido também como EAD) é uma nova alternativa de ensino que as pessoas têm encontrado para adquirir seu diploma - com horários e turnos de estudo flexíveis - e desta forma conquistar um bom emprego ou subir de cargo dentro de uma organização. O que levou à ascensão desta modalidade de Ensino foi a evolução tecnológica. A relação aluno-professor ocorre com a ajuda de ferramentas online, que são disponibilizadas no portal da Instituição de EAD escolhida. Com o EAD os caminhos entre o aluno e o diploma foram reduzidos, facilitando a vida daqueles que almejam o crescimento profissional, ou mesmo o reposicionamento na carreira. O EAD funciona de uma forma prática e simples. Para o ingresso em um cursoEAD, o aluno precisa de um computador com acesso à internet e conhecimentos básicos de informática. Ao garantir esta primeira parte, o restante é mais simples ainda. Após a escolha do curso, da instituição e da aprovação no processo seletivo, faz-se o acesso ao site. Pronto, surge um ambiente inovador e dinâmico, onde serão disponibilizadas inúmeras ferramentas, como áreas com conteúdo de aulas, exercícios e trabalhos. “O curso foi promovido com objetivo de ampliar os conhecimentos dos alunos com relação aos temas abordados em sala de aula, durante a disciplina de Introdução a Engenharia Ambiental. Nessa perspectiva, puderam obter conhecimentos sobre os impactos causados devido à má utilização de energia elétrica, o que possibilitou um momento de reflexão sobre a situação atual e futura dos nossos recursos energéticos, além de atribuir a estes estudos a importância do Engenheiro Ambiental nas problemáticas ambientais existentes. Pode-se ainda, aguçar nos acadêmicos, uma consciência crítica sobre as questões ambientais, compreendendo-se a complexidade do meio ambiente e o uso de forma racional dos recursos naturais. Após conclusão dos cursos, os acadêmicos terão um prazo de 15 dias para recebimento de certificação de 14 horas, para cada curso realizado.”, finalizou Lima. Fonte: Portal EaD