Área Restrita

20 DE MAIO DIA DA PEDAGOGIA: O Pedagogo eficiente e o Jardineiro eficaz

20/05/2014
Notícias
Graduação
Prof. Me. Luciano Osmar Menezes

Fazendo a analogia entre o pedagogo e o jardineiro, deparamos o como cultivar a planta em que nasce, cresce, floresce e produz. Assim, acredita-se que o processo de crescimento e desenvolvimento dos alunos/discentes deve estar na responsabilidade dos pedagogos/docentes.

O planejamento das competências e habilidades a serem inseridas no projeto pedagógico de cada curso da IES, entende-se que evidencia na articulação e na transmissão dos conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais de cada aluno (discente).

Considerando esta comparação, a semente pode ser a competência, digamos, em potência viva e eficaz no seu embelezamento e da produção dos resultados. Os conteúdos são os nutrientes que irão desenvolver as competências. As habilidades são a visibilidade do crescimento processual da planta. A árvore é o perfil profissional almejado. A terra é o território da entidade de ensino superior.

Assim, o papel do pedagogo é de ser jardineiro, cuidador, mediador, facilitador, gestor, mobilizador, motivador, inovador, modelador... na transformação do estudante para a empregabilidade profissional e da inserção social.

A função da Instituição do Ensino Superior – IES é comparada com a terra onde está plantada pela qual se obtém a filosofia do processo do serviço, os valores, a identidade e a missão da entidade para a integridade e sociabilidade plena dos egressos/clientes. Isto é, fazer dos estudantes a forma adequada no ato de pensar e de desenvolver ativamente neles os fundamentos do pensamento crítico, refletivo e contemporâneo. Todavia, para que traga implicações importantes para o ensino é necessário promover mudanças na forma de como se aprende. Os pedagogos/docentes precisam mudar a forma de como se ensinar, ou seja, a novas didáticas, estratégias e metodologias pedagógicas aplicadas na docência. Portanto, os estudantes aprendem a internalizar conceitos, habilidades e competências desejadas pelos cursos escolhidos para a constituição e a valorização de seus projetos de vida.

Para tanto, na contextualização da realidade percebe-se que o clima, o ambiente, tempo, espaço territorialmente são considerando relevantes para a planta (estudante). Contudo, o alimentar adequadamente com certas dosagens de aplicabilidade do cultivo, sendo como o adubo, água, oxigênio, podas necessárias, tirar as ervas daninhas, de sobremaneira à atenção integral para a harmonização da planta. Tudo isto, o docente/jardineiro sabe em que momento, espaço e tempo em dirimir resoluções dos problemas tais como as pragas, insetos, enfrentarem dilemas, tomar decisões, formularem estratégias de ação para a sobrevivência da planta gerando mais vida, flores, frutos e consequentemente novas sementes.

A excelência do pedagogo/jardineiro no ensino está na capacidade de estimular, encantar, embelezar, surpreender e o cuidar da planta/aluno. Acredita-se que o essencial está por trás de cada avaliação, esta se encontra e reconhece os fatos e as circunstâncias concernentes ao advento da tecnologia, mídias, ao campo do mercado, ao aprendizado, ao grau de importância da eficiência, da competência, da grandeza e da efetividade, entre outros fatores em suas formas em continuar mutação, isto é, em transformação.

Educar é uma atitude de gratidão e alegria em que floresce, embelece e enobrece as flores do jardim das relações humanas. A dignidade, ética, justiça, paz e fraternidade são valores transmitidos da prática e vivência educacional, profissional e social do testemunho coerente e fiel do docente no encantamento de ser total em doação a cada discente.

Contudo, atribuição do pedagogo é alinhar processo em sinergia, no saber, fazer, ser e conviver nesta transformação processual e continua de gerar vida e inserir empregabilidade, integridade, felicidade na sociedade.

Parabenizamos a todos os pedagogos que fazem de sua profissão uma missão de amar e servir a humanidade com humildade, propriedade e seriedade em apontar caminhos dos saberes dos diversos conhecimentos nos dias atuais.

Autor é Coordenador Pedagógico do Athenas Grupo Educacional e professor de Filosofia e Sociologia da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (UNIJIPA)

Email: cp@athenaseducacional.com.br

 

Veja Também

20/02/2015
Institucional

Trote Solidário da UNIJIPA incentiva a cidadania

A Faculdade Panamericana de Ji-paraná (UNIJIPA) em conjunto com a Empresa Júnior da instituição estão realizando o Trote Solidário. A ação foi criada visando a conscientização dos acadêmicos em relação as boas prática acadêmicas e aliando a arrecadação da alimentos e outros itens para a comunidade. O Trote Solidário é uma atividade onde os cursos da instituição disputam pela maior quantia de itens arrecadados durante um período previamente estipulado, para a edição desse ano a data foi marcada para o dia 27 de fevereiro.

20/04/2017
Institucional

[INFORME] PROLER 2017/1

    O Athenas Grupo Educacional, no seu compromisso de formar cidadãos e profissionais qualificados, pretende por meio do projeto de leitura interdisciplinar atuar em consonância com o eixo estratégico de fomento a leitura e formação, promovendo o desenvolvimento tanto em nível individual (formação de leitores), quanto acadêmico, promovendo produções técnico-científicas. Sendo assim, essa atividade tem como objetivo desenvolver as habilidades relacionadas à leitura como a compreensão, reflexão, interpretação, valorizando a aquisição...

31/03/2015
Graduação

Publicada decisão que restaurou vigência da Resolução CAU/BR Nº 51

Foi publicado no site do Tribunal Regional Federal da 1ª Região o acórdão da 8ª Turma, que restabelece a validade e a vigência da Resolução nº 51 do CAU/BR. A Resolução define as atividades que só podem ser realizadas por arquitetos e urbanistas, entre essas o projeto arquitetônico nas mais diversas modalidades. A decisão deu provimento ao agravo de instrumento impetrado pelo CAU/BR, contra a liminar concedida à Associação Brasileira de Engenheiros Civis (ABENC), que suspendia a vigência da Resolução nº 51.

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem