Área Restrita

Tradução para o português é responsável por algumas das confusões na hora de falar língua inglesa, dizem professores

17/04/2015
Notícias
Institucional

Você acha que está arrasando no inglês e seu ouvinte tem problemas em entender o que está sendo dito? Conversamos com professores de grandes escolas de idioma para apontar quais são os erros mais comuns que os brasileiros cometem ao se aventurar na língua inglesa.

Confira abaixo os erros apontados por Élvio Peralta, diretor superintendente da Fundação Fisk, Janine Barbosa, gerente da Cultura Inglesa, e Rodrigo Bucollo, coordenador da Wizard. 

 

1. To have como haver

Por similaridade com o português, um dos erros comuns cometidos por brasileiros é usar o verbo "to have" (ter) com o sentido de haver ou de existir. 

Erro:"Have only 5 girls in my classroom."
Correto: "There are only 5 girls in my classroom."

 

2. Make or do

É corrente a confusão entre os verbos "to make" e "to do", ambos podem ser traduzidos como fazer mas não são usados para qualquer construção. Nesse caso, indica o coordenador da Wizard, Rodrigo Bucollo, é importante estudar a língua por meio de combinações.

Erro:Do a cake e Make exercises.
Correto: Make a cake e Do exercises. 

 

3. S em verbos na terceira pessoa

Assim como em português é preciso conjugar os verbos conforme o pronome, em inglês os verbos no presente ganham um "S" ou "ES" no final na 3ª pessoa do singular (he, she, it). No entanto, isso é esquecido por muitos falantes. 

Erro: She get up early every day.
Correto: She gets up early every day.

 

4. Falsos cognatos

Falsos cognatos também entram na lista dos erros mais comuns. Eles são nada mais do que palavras semelhantes e que em duas ou mais línguas tem significados diferentes.

Parents(inglês) = pais / Parentes (Português) = relatives
Actually = na verdade / Atualmente = nowadays...

 

5. His, her ou your

Outra confusão comum é usar o possessivo “your” no lugar de “his; her” ou colocar “his; her” após o substantivo. 

Erro: He loves your children.
Correto: He loves his children.

 

6. To be

Usar o verbo “to be” desnecessariamente ou no lugar de outro verbo auxiliar também aparece entre as incorreções cometidas por brasileiros.

Erro: I’m go shopping on Saturdays ou Are you cook well?
Correto: I go shopping on Saturdays. ou Do you cook well?

 

7. Nothing ou Anything

É comum brasileiros que usam o anything ou o nothing, com o sentido de nada, como sinônimos. Anything deve ser usado em frases negativas e o nothing em frases afirmativas.

Erro:I know anything about that ou I don't know nothing
Correto: I don't know anything about that ou I know nothing

 

Fonte: Último Segundo / IG Educação

 

 

Veja Também

07/07/2011
Institucional

tecnico-em-edificacoes

O curso Técnico em Edificações refere-se a um ramo da construção civil que concentra estudos em áreas ligadas a projeto, construção e manutenção de obras civis ditas leves: prédios altos, residências e edificações urbanas e rurais. Tais serviços envolvem as fases de projeto e desenho, construção e acabamento da estrutura, instalações elétricas, hidrossanitárias e especiais, patologia e tratamento de estruturas. A Construção Civil é um dos setores do mercado produtivo que se faz presente em todos os locais; portanto, de grande abrangência e diversificações em suas atividades, apresentando um grande crescimento, pois a formação de pessoal especializado será capaz...

04/12/2015
Institucional

Athenas Grupo Educacional participou do PDD de Marketing

Nos dias 02 e 03 de dezembro, O Athenas Grupo Educacional marcou presença no PDD (Programa de Desenvolvimento de Dirigentes) de Marketing, através do PAEX (Parceiros para a Excelência), trabalho desenvolvido para executivos pela Fundação Dom Cabral e JValério. Participaram das atividades os mantenedores do grupo, Prof.º Dr.º Aécio Alves Pereira e Dr.ª Ieda Pacheco Chaves, e o colaborador Marcus Nascimento.

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem