Área Restrita

Alunos sem o 3º ano não vão poder usar a nota do Enem

21/05/2015
Notícias
Institucional

Candidatos menores de idade que não cursam nem cursaram o 3º ano do ensino médio não poderão usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para o ingresso no ensino superior. A nova regra está no edital da prova divulgado nesta segunda pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), órgão responsável pela prova.

 

Nos últimos anos, adolescentes têm conseguido na Justiça o direito de usar o Enem como vestibular antes de terminar o 3º ano, o que é contestado pelas instituições. O edital também proíbe alunos menores de idade de usar a nota do teste para certificação de conclusão do ensino médio, o que já era previsto em outras edições.

 

De acordo com a regra, esses estudantes só podem usar os resultados do exame para “fins de autoavaliação de conhecimentos”. Para a regra, o edital toma por base a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996. A certificação de ensino médio, diz a legislação, é restrita a maiores de idade e o ingresso no ensino superior está reservado a quem já terminou a educação básica.

 

Enem digital. O Inep informou que poderá convidar esses candidatos treineiros para fazer o Enem digital. A ideia já havia sido defendida pelo ex-ministro da Educação Cid Gomes (Pros) no começo do ano.

 

O Enem ainda terá outras mudanças na próxima edição. Para evitar vazamentos, a prova só começará às 13h30, meia hora depois do fechamento dos portões. A taxa de inscrição também teve o valor alterado, de R$ 35 para R$ 63. Além de dar direito ao ingresso no ensino superior e à certificação do ensino médio, o exame garante acesso a programas federais: o ProUni, que dá bolsas em instituições particulares; o Fies, que financia cursos privados; além do Ciência sem Fronteiras, que envia universitários para instituições no exterior.

 

As inscrições vão de 25 de maio a 5 de junho, e as provas serão em 24 e 25 de outubro.

 

USP. Ainda em crise financeira, a Universidade de São Paulo (USP) já prevê neste ano um déficit de R$ 1,130 bilhão. Isso significa que vai gastar 24,3% a mais do que os R$ 4,649 bilhões que deve receber do governo estadual. Com o cenário mais pessimista, a Comissão de Orçamento e Patrimônio (COP) já recomendou à reitoria medidas extras para frear gastos, informou o jornal O Estado de S. Paulo.

 

Os novos números vêm de projeções feitas pela COP, em documento obtido pela reportagem. No total, a USP prevê em 2015 despesas de R$ 5,779 bilhões. O novo déficit é superior aos R$ 988 milhões anteriormente previstos.

 

Confirmação - Dados. A partir deste ano, o MEC não enviará para a casa dos candidatos os cartões de confirmação de inscrição. Para acessar informações, como local de prova, bastará entrar no site do Enem.

 

Greve de professores pode crescer - Curitiba. Servidores de várias categorias se uniram a professores em um protesto nesta terça em Curitiba, e ameaçam uma greve geral, caso o governo não dê o reajuste pedido pelos docentes.

 

Na semana passada, o governo paranaense anunciou que encaminharia projeto à Assembleia Legislativa para aumentar os salários em 5%, a serem pagos em duas parcelas. Em greve desde 27 de abril, os professores se opuseram à proposta e pedem aumento de, no mínimo, 8,17%, por causa da reposição da inflação. Segundo Marlei Fernandes, representante do Fórum das Entidades Sindicais (FES), docentes de sete universidades estaduais, além dos professores da educação básica, estão em greve. As demais categorias devem definir, em assembleia, se aderem à paralisação.

 

De 10 mil a 30 mil pessoas estiveram presentes na manifestação desta terça, de acordo com estimativas da Polícia Militar e do Sindicato dos professores.

 

Fonte: O Tempo

 

Downloads

comp_athenas12
Baixar

Veja Também

09/05/2017
Institucional

Prova Athenas será realizada nesta terça-feira (9)

Nesta terça-feira (09), acontece a Prova Athenas 2017.1, realizada em todas as instituições de ensino do Athenas Grupo Educacional, sendo elas: Faculdade Meta (Fameta), Faculdade Pimenta Bueno (Fap), Faculdade do Pantanal (Fapan), Faculdade São Paulo (Fsp) e Faculdade de Ji-Paraná (Unijipa). A prova iniciará às 19h e terminará às 22h. Vale lembrar que a tolerância máxima para os estudantes entrarem em sala é de 15 minutos, portanto, a partir de 19h15 não será mais permitido que o aluno faça a prova. “Avaliar é uma das bases do processo pedagógico e a Prova Athenas,...

05/05/2011
Institucional

extensao

Uma forma de interação que deve existir entre a universidade e a comunidade na qual está inserida. É uma espécie de ponte permanente entre a universidade e os diversos setores da sociedade.     Funciona como uma via de duas mãos, em que a Universidade leva conhecimentos e/ou assistência à comunidade, e recebe dela influxos positivos como retroalimentação tais como suas reais necessidades, seus anseios, aspirações e também aprendendo com o saber dessas comunidades. Ocorre, na realidade, uma troca de conhecimentos, em que a universidade também aprende com a própria comunidade sobre os valores e a cultura dessa comunidade. Assim, a universidade pode planejar e executar...

05/06/2013
Institucional

conheca-as-regras-para-conseguir-bolsas-de-pos-graduacao-no-brasil-

Existem três maneiras de obter-se financiamento para custear pós-graduações Quem está interessado em fazer pós-graduação no Brasil, deve saber que existe pelo menos três fontes de financiamento para bolsas de mestrado e doutorado: a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e as Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa. Em geral, as bolsas de mestrado têm duração de 24 meses (2 anos) e as de doutorado, de 48 meses (4 anos). Os valores variam bastante entre as fundações estaduais de amparo, mas grande parte delas usa como base a remuneração da Capes e do...

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem