Área Restrita

Nome limpo deixa de ser exigência para financiar faculdade

15/02/2013
Notícias
Institucional

Até o ano passado, pendências do tipo eliminavam candidatos

 

Estudantes com nome sujo na praça não terão mais restrição para conseguir o Financiamento Estudantil (Fies), programa federal voltado a universitários que estudam em instituições particulares. A nova regra vale também para quem precisa renovar o benefício. Até 2012, estudantes que não conseguissem comprovar `idoneidade cadastral` eram excluídos do programa.

Movimentos sociais reclamavam que a regra dificultava a inclusão de estudantes no ensino superior. Em novembro, a ONG Educafro encaminhou representação ao Ministério Público Federal exigindo a mudança. Segundo o documento, `tais exigências têm frustrado na prática a perspectiva de matrícula dos candidatos mais pobres`.

A Procuradoria dos Direitos do Cidadão analisaria o documento neste mês, mas o Ministério da Educação (MEC) se adiantou com a mudança. A nova norma foi oficializada em portaria do dia 28 de dezembro. `Eles foram sensíveis e promoveram um avanço para a inclusão, acabando com uma medida que impedia os mais pobres de chegar à universidade`, diz o diretor da Educafro, Frei David Santos.

Segundo o MEC, não há como informar quantos pedidos foram recusados e contratos interrompidos por conta das restrições cadastrais. Em 2011, levantamento do sindicato das instituições particulares (Semesp) estimou que cerca de 75 mil estudantes não conseguiam o atendimento por conta de problemas no cadastro.

Ainda há casos em que, ao saber da imposição, interessados simplesmente não procuraram o financiamento. O estudante e hoje desempregado Jeferson Silva Santos, de 24 anos, está com o nome sujo desde 2008 por causa de uma compra que, segundo ele, nem sequer fez. Santos conta que usaram seu CPF ilegalmente, resultando em um dívida de R$ 500, nome sujo no Serasa e um obstáculo para ser o primeiro de sua família a chegar à universidade. `Eu queria fazer o Fies, era minha chance. Mas com nome sujo seria perda de tempo e tive de adiar o plano`, diz.

Santos entrou com processo na Justiça, mas, pela demora, desistiu de esperar. Vai pagar a quantia e limpar o nome. Já o sonho da universidade começa a sair do papel. Ele conseguiu uma bolsa e começa a estudar Direito neste ano.

Garantia. O MEC informou que o texto da portaria passa a valer para contratos formalizados pelo Fundo Garantidor, assim como os seus respectivos aditamentos. Em 2010, o fundo foi criado para alterar uma regra que também dificultava a participação dos estudantes mais pobres: a exigência de fiador. A redução dos juros do financiamento, que hoje estão em 3,4% ao ano, é apontada como mais um avanço dessa política nos últimos anos.

De 2010 a 2012, o programa teve 603,5 mil contratos. Até ontem, 60,9 mil estudantes haviam conseguido financiamento. Os contratos representam R$ 29,1 bilhões desde 2010. O MEC espera que neste ano haja mais de 374,4 mil novas adesões, superando o registrado em 2012.

 

Veja Também

16/02/2013
Institucional

estudar-faz-pessoas-serem-mais-felizes-e-viverem-mais

Pesquisa afirma que expectativa de vida aumenta conforme a escolaridade   Um estudo recente sobre aspectos da educação mostra que quem estuda mais tende a ser mais feliz e ter uma expectativa de vida maior. O levantamento What are the social benefits of education? (Quais são os benefícios sociais da educação?, em tradução livre) foi produzido pela OCDE(Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) e realizado em 15 países membros da organização – do qual o Brasil não faz parte. “A educação ajuda as pessoas a desenvolver habilidades, melhorar a sua condição social e ter acesso a redes que podem ajudá-las a terem mais conquistas sociais”, dizem...

07/06/2016
Institucional

Athenas lança o programa “Ponte ao futuro: conte com o Coaching”

No último dia 06 de junho (segunda-feira), ás 15h, o Athenas Grupo Educacional de Porto Velho (RO) lançou o programa “Ponte ao futuro: conte com o Coaching”, que irá percorrer todas as instituições de ensino superior (IES) pertencentes, sendo elas FAP, FSP, FAPAN, FAMETA e UNIJIPA, assim como as equipes dos escritórios de Porto Velho e Ji-Paraná. A inauguração do projeto contou com os trabalhos do administrador Antonio Wilson e com a presença dos mantenedores Dr. Hildon Chaves e Dr.ª Ieda Chaves.

26/01/2015
Institucional

Vestibular “Você conectado ao futuro” aconteceu em quatro unidades do Athenas Grupo Educacional

Quatro unidades do Athenas Grupo Educacional (UNIJIPA, FAP, FSP e FAPAN) realizaram mais uma etapa do vestibular 2015/1 “Você conectado ao futuro” no último domingo (25). Mais de 400 vestibulandos prestaram prova nas quatro unidades, e foram recepcionados pela equipe de colaboradores de cada faculdade. Todos os processos seletivos tiveram início às 9h, exceto a FAP que começou às 8h da manhã.

14/04/2015
Institucional

Escola está fora da rota de 172 mil jovens

Com a morte do pai, Lorraine Stephanie, na época com 15 anos, precisou sair da escola para trabalhar e ajudar a mãe em casa. Luiz Eduardo Costa, 19, largou a sala de aula há dois anos para complementar a renda da família, que está reformando a casa. Com apenas 13 anos, Eduarda Stefany Gonçalves vê alguns jovens conquistando a independência financeira e planeja fazer o mesmo para juntar dinheiro para sua festa de 15 anos. Histórias diferentes mostram a mesma realidade: 27,5% dos mineiros de 15 a 17 anos não conseguem conciliar trabalho e estudo.

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem